Tempo de leitura: 2 minutos (411 palavras)
Destacado 

Cheiro e Comportamento: os Aromas que Influenciam o Agir

mulher-olfato-rosas

Em todos os animais, incluindo os humanos, o olfato - o mais antigo dos cinco sentidos - desempenha um papel predominante em muitos comportamentos essenciais para a sobrevivência e a reprodução. Sabe-se desde a antiguidade que os animais reagem aos odores.

No entanto, os pesquisadores estão apenas começando a elucidar as vias neurais e mecanismos responsáveis ​​pelo comportamento induzido pelo odor. Um primeiro passo foi dado mostrando a existência de uma via neural ligando os centros olfativo e motor do cérebro em invertebrados com o verme "C. Elegans" e em vertebrados com a lampreia, um peixe primitivo, semelhante a enguias, nativo do Oceano Atlântico.

Em um novo estudo publicado na PLoS Biology, cientistas da Université de Montréal, em Quebec, e da Universidade de Windsor, em Ontário, mostram que um circuito inibitório que libera o neurotransmissor GABA no bulbo olfatório modula fortemente as respostas comportamentais aos odores em lampreias. O estudo desses mecanismos modulatórios permitiu aos pesquisadores descobrir um novo caminho ligando juntos centros olfativos e motores no cérebro.

"Esta descoberta demonstra que odores podem ativar centros locomotores através de duas vias cerebrais distintas", disse o autor Gheylen Daghfous, pesquisador do laboratório do professor associado de neurociência da UdeM, Réjean Dubuc, também professor da Université du Québec. Ele acrescentou: "É bem conhecido que os animais são atraídos por odores, seja um cão rastreando sua presa ou um tubarão atraído pelo sangue. Por outro lado, estamos apenas começando a entender como o cérebro usa odores para produzir comportamento em seres humanos". Nosso estudo revelou uma nova estrada cerebral dedicada a transmitir informações de cheiros para as regiões que controlam os movimentos.

"Nosso objetivo foi identificar os circuitos neurais que ligam o olfato à locomoção em lampreias", um tipo de peixe parasita que se prende a outros peixes e chupa o sangue, deixando uma ferida aberta, disse Dubuc. "Lampreias invadiram os Grandes Lagos décadas atrás e dizimaram grandes populações de peixes, com grande impacto comercial. O GLFC está procurando novos meios para controlar as populações de lampreia, e atraí-los usando estímulos olfativos é uma dessas vias."

Dessa forma, podemos aguardar pesquisas de como o odor exerce influência em nossos comportamentos. Dos comportamentos mais corriqueiros aos mais complexos.

Referência:

Gheylen Daghfous, François Auclair, Felix Clotten, Jean-Luc Létourneau, Elias Atallah, Jean-Patrick Millette, Dominique Derjean, Richard Robitaille, Barbara S. Zielinski, Réjean Dubuc. GABAergic modulation of olfactomotor transmission in lampreys . PLOS Biology , 2018; 16 (10): e2005512 DOI: 10.1371/journal.pbio.2005512

0
3 Passos Para a Felicidade: uma prática simples qu...
Formas de Usar o Neuroticismo ao seu Favor

Textos Relacionados

 

Comentários (0)

Nenhum comentário foi feito ainda, seja o primeiro!

Deixar seu comentário

  1. Postando o comentário como visitante. Cadastre-se ou faça login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Share Your Location
Digite o texto apresentado na imagem abaixo. Não consegue ver?

Relacionados

Fique por Dentro

Junte-se aos leitores inteligentes que recebem nossas novidades direto no e-mail:

Textos de Psicologia em Destaque:

Portal Psicologia