Dicionário Psi

Aqui você encontra as definições dos termos mais comumente usados em Psicologia.

Dados Comportamentais

São relatórios observacionais sobre o comportamento de organismos e as condições sob as quais o comportamento ocorre ou se modifica.

Deflexão

É o próprio desvio do contato direto ou desvio da energia do objeto de desejo. A pessoa nunca adere à situação, sempre falando de outras coisas, independente do meio, para evitar envolvimento com o contato.

Deformação Onírica

é entendida como uma deformação no sonho cujo objetivo é proteger o sujeito do caráter ameaçador dos seus desejos. O sonho recordado é, pois, um substituto deformado de outra coisa, de um conteúdo inconsciente, ao qual se pretende chegar através da interpretação.

Delegação de Autoridade

É um dos princípios da teoria da burocracia. As organizações, em sua maioria, são estruturadas em uma hierarquia, na qual as pessoas respondem sempre a quem está mais acima, exceto quem ocupa o topo, ou seja, os subordinados são orientados e controlados por seus superiores. É uma forma de manter o controle da empresa e de melhor direcionar as atividades da mesma, bem como garantir seus objetivos e os interesses da burocracia (PASSETO e MESADRI, 2012). Tal proposta inviabiliza ações arbitrárias de superiores diretos, tendo em vista que regras e decisões são tomadas de acordo com a aprovação de outros componentes da hierarquia (CHIAVENATO, 2001).

Desenvolvimento Organizacional

É um conjunto de técnicas utilizadas para promover/favorecer mudanças na organização, podendo ser direcionada à cultura, à dinâmica e à estrutura organizacional. Têm por principal intuito melhorar a eficiência e a eficácia da empresa (CHIAVENATO, 2006).

Dessensibilização Sistemática

Criado por Joseph Wolpe (1915 – 1997), é um procedimento que consiste numa exposição gradual do sujeito a estímulos de menor magnitude que eliciam uma determinada resposta, até que haja um enfraquecimento do Comportamento Respondente.

Determinismo Recíproco

conceito da teoria de aprendizagem social de Albert Bandura que se refere à noção de que existe uma interação recíproca complexa entre o indivíduo, seu comportamento e os estímulos ambientais, e de que cada um desses componentes afetam os outros.

Diagnóstico Cognitivo

com relação às emoções é o processo pelo qual a excitação fisiológica é interpretada em termos das circunstâncias do ambiente específico em que está sendo vivenciada; além disso, o reconhecimento e a avaliação de um estressor para diagnosticar a demanda, o tamanho da ameaça, os recursos disponíveis para lidar com ela e as estratégias de enfrentamento adequadas.

Dipsomania

impulso irresistível a ingerir bebida alcoólica

Discriminação

Na Análise do Comportamento, refere-se ao discernimento, ao processo pelo qual se estabelece um comportamento operante, em que a resposta ocorrerá com maior probabilidade diante do estímulo discriminativo. Estímulos discriminativos referem-se a situação contextual que antecede a operação de respostas. 

Sinônimos - Discriminar

Dissonias

São perturbações na quantidade, no tempo e na qualidade do sono.

 

Divisão do Trabalho

É um dos princípios da teoria da burocracia de Max Weber que se refere aos cargos específicos de uma organização, em que cada membro da empresa realiza uma tarefa diferente, simples, rotineira e bem definida (PASSETO e MESADRI, 2012), possibilitando o aceleramento do andamento da produção. Significa dizer que é a especialização de tarefas e de pessoas com o intuito de aumentar a eficiência (CHIAVENATO, 1997). Dessa forma, a divisão do trabalho exige maior supervisão e consequentemente uma maior Delegação de Autoridade.

Doença de Creutzfeldt-Jacob

é uma doença neurológica de progressão rápida caracterizada por demência, movimentos musculares involuntários, mioclonia, disfunção cerebelar e dos gânglios da base, ataxia, perturbações visuais, convulsões, lesões do neurônio motor superior e rápida progressão para estupor, coma e morte em questão de meses.

 

Sinônimos - Mau da Vaca Louca

Doença de Huntington

é uma doença hereditária progressiva autossômica dominante (cujo único gene responsável está localizado no cromossomo 4). É caracterizada por uma degeneração difusa do cérebro e provoca mudanças acentuadas na personalidade, transtornos afetivos, demência, movimentos irregulares involuntários, descoordenação motora e perturbações na marcha e na postura.

Doença de Parkinson

é uma doença neurológica degenerativa progressiva, causada pela morte dos neurônios produtores de dopamina na substância negra do cérebro, que controla o equilíbrio, e coordena os movimentos musculares. Os sintomas tipicamente têm um início tardio, marcado por tremores leves, crescente rigidez dos membros e lentidão de movimentos voluntários, e com o progresso da doença aparece instabilidade postural, equilíbrio prejudicado e dificuldade para caminhar.

Sinônimos - Mal de Parkinson
Portal Psicologia