Dicionário Psi

Aqui você encontra as definições dos termos mais comumente usados em Psicologia.

Objeto A

Para a psicanálise, designa o objeto desejado pelo sujeito e que se furta a ele a ponto de ser não representável, ou de se tornar um “resto” não simbolizável. Nessas condições, ele aparece apenas como uma “falha-a-ser”, ou então de forma fragmentada, através de quatro objetos parciais desligados do corpo: o seio, objeto da sucção, as fezes (matéria fecal), objeto da excreção, e a voz e o olhar, objetos do próprio desejo. ROUDINESCO, Elisabeth, (1944, p. 551).

 

Ontogênese

Consiste na história de vida do organismo, no conjunto de experiências vividas por ele. A história ontogenética é responsável pelo nível de variação e seleção responsáveis pelos repertórios comportamentais específicos de cada indivíduo.

Organização

A organização, segundo Robbins, é uma entidade social conscientemente coordenada, com uma fronteira relativamente identificável, que funciona numa base relativamente contínua com intuito de atingir um objetivo comum.

Na Psicologia do Desenvolvimento, Piaget utilizava esse termo para se referir à integração do conhecimento a um sistema para compreender o ambiente. É a tendência de criar estruturas cognitivas – esquemas – cada vez mais complexas: sistemas de conhecimento ou modos de pensar que incorporam imagens cada vez mais precisas da realidade.

Organizações

Ficsher (1980) define organização como um lugar onde diferentes agentes contribuem com recursos para viabilizar a produção de objetos e a prestação de serviços. Kanaane (1999) acrescenta que organização é um sistema socialmente concebido, que abrange o conjunto de valores de seus componentes, em constante processo de assimilação e transmissão entre os membros.

Portal Psicologia