Dicionário Psi

Aqui você encontra as definições dos termos mais comumente usados em Psicologia.

Parafilia SOE

é um tipo de parafilia que não se enquadra nas exigências de um diagnóstico específico de qualquer outro subtipo de parafilia, mas que é um transtorno sexual, uma parafilia sem especificação.

Parassonias

são perturbações na transição entre o estado de alerta e de sono que se interpõem ao processo do sono.

Paratimias

é uma alteração na afetividade caracterizada por inadequação qualitativa (na sua tonalidade, matização) e quantitativa (intensidade) na reação emocional. Ocorre uma incongruência do humor, o sujeito pode rir quando era esperado que chorasse e vice-versa ou apresentar uma reação emocional muito além ou aquém do esperado. É mais frequente na esquizofrenia, mas pode ocorrer em indivíduos sem diagnóstico psiquiátrico (pode-se fingir uma emoção diversa da que se está vivenciando para disfarçar  medo, luto, sentimento de abandono, etc.). 

Pensamento Animista

Tendência em considerar objetos inanimados como dotados de vida, características humanas ou intencionalidade. Piaget observou esse fenômeno em diferentes estágios de desenvolvimento. No primeiro estágio, o pensamento animista é aplicado a tudo que tem utilidade. No segundo estágio, a tudo que tem movimento espontâneo. No terceiro estágio, o movimento próprio e o movimento recebido passam a ser distinguido como fator definidor de presença de vida. Por fim, no quarto, o animismo é voltado para animais e/ou plantas (CARVALHO, 1989).

Sinônimos - Animismo

Pensamento Hipotético Dedutivo

Adquirido no estágio operatório formal de desenvolvimento, consiste na organização mais complexa da cognição e possibilita que as pessoas elaborem hipóteses ou proposições e a testem em relação à realidade, inclusive deduzindo conclusões de hipóteses sem necessariamente possuir os dados da realidade.

Pensamento Operatório

Adquirido no estágio operatório concreto do desenvolvimento, caracteriza-se pela capacidade de lidar com uma ampla variedade de informações externas à criança, permitindo então à criança enxergar coisas a partir da perspectiva de outra pessoa. Também, envolve a previsão das consequências de suas ações, bem como possibilitar o vislumbramento de outras possibilidades de ação, fazendo com que os comportamentos adquiram um caráter planejado. É lógico, reversível e estável, permitindo que a criança/adolescente possa avaliar objetivamente suas atitudes. (FOLQUITTO, 2009).

Percepção

é a capacidade de interpretar a sensação, associando informações sensoriais à nossa memória e cognição, de modo a formar conceitos sobre o mundo e sobre si mesmo e orientar o comportamento.

Por exemplo, uma imagem é captado pela nossa sensação visual, mas identificar que tipo de imagem essa é, se uma pessoa, um objeto ou um animal, fica a cargo da nossa percepção visual.

Personalidade Agressiva

Na teoria de Karen Horney representa umas das Tendências Neuróticas e é caracterizada por atitudes severas, dominadoras  e controladoras, com pouca consideração pelas outras pessoas. Indivíduos com essa tendência julgam o mundo como hostil e competitivo, tendem a procurar tirar vantagem das pessoas e das situações e buscar vários artifícios para manter a superioridade sobre os outros. 

Personalidade Distante

Na teoria de Karen Horney representa umas das Tendências Neuróticas e é caracterizada por um desejo muito intenso por privacidade e liberdade, com tendência a evitar qualquer tipo de coação, influência ou obrigação e a reprimir ou negar qualquer sentimento em relação aos outros  (principalmente sentimentos de amor e ódio).  Enfatizam muito a razão, a lógica e a inteligência.  

Personalidade Submissa

Na teoria de Karen Horney representa umas das Tendências Neuróticas e é caracterizada por atitudes e comportamentos que refletem uma necessidade intensa e contínua de afeto e aprovação, um anseio de ser amado, desejado e protegido, acompanhadas de atitudes de desamparo e fraqueza. São indivíduos que necessitam de aprovação e restabelecimento de confiança constantes, sendo que qualquer sinal de rejeição desencadeia forte angústia o que leva a maiores esforços para receber novamente o afeto das pessoas.

Política Organizacional

É a percepção coletiva dos funcionários de uma empresa de que os comportamentos dos demais funcionários e superiores são orientados pelo interesse pessoal. O termo política, nesse contexto, se refere a um jogo de interesses, o que não condiz com seu real significado. Pode conduzir o indivíduo a uma insatisfação no trabalho, diminuição do rendimento e a um estresse ocupacional.  

Pós-Contato

É a fase final do Ciclo de Contato-Retração. Nessa fase ocorre a assimilação/digestão das experiências que as fazem sair do aqui-e-agora e irem para a dimensão histórica pertencente a cada um de nós. Esse movimento favorece o crescimento do indivíduo. Ocorre assim o fechamento da Gestalt e o sujeito fica então disponível para outra ação.

Potência Orgástica

Conceito postulado pelo teórico Wilhelm Reich, que se configura como a capacidade de abandonar-se, livre de quaisquer inibições, ao fluxo de energia biológica; É a capacidade de descarregar completamente a excitação sexual reprimida por meio de involuntárias e agradáveis convulsões do corpo (orgasmo).

Potenciação

A potenciação do reflexo, em Análise do Comportamento, acontece quando há uma sensibilização por parte do organismo a um estímulo apresentado várias vezes seguidas e em curtos intervalos de tempo.

Pré-Consciente

É uma parte do inconsciente cujo conteúdo não foi ativamente reprimido/recalcado e pode ser trazido com facilidade à consciência. O pré-consciente funciona como uma vasta área de posse das lembranças que a consciência precisa para desempenhar funções.

Portal Psicologia