Organizações

Organizações

Ficsher (1980) define organização como um lugar onde diferentes agentes contribuem com recursos para viabilizar a produção de objetos e a prestação de serviços. Kanaane (1999) acrescenta que organização é um sistema socialmente concebido, que abrange o conjunto de valores de seus componentes, em constante processo de assimilação e transmissão entre os membros.

A organização, portanto, é uma unidade social, coordenada e composta de uma ou mais pessoas, sendo funcionalmente uma interação de forças, atividades e propósitos, além de componentes e relações (BLISS, 1929), funcionando numa base relativamente contínua para atingir um objetivo comum, ou um propósito. Dessa forma, é na organização que se emprega a função administrativa (FAYOL, 1950). Podem ser vistas como máquinas, nas quais suas partes, cada uma com funções diferentes, se interligam e se relacionam de forma ordenada. São vistas também como um organismo, um sistema vivo que existe em um ambiente mais amplo do qual dependem. Ainda, podem ser vistas como um cérebro, processando informações e capazes de aprender a aprender. A organização deve ser lógica, científica, sistemática e deve definir os papéis de maneira definitiva para que seja possível alcançar os melhores resultados. Também, deve ser pessoal, na medida em que considera a individualidade de seus membros, suas aspirações e necessidades (RUBEY, 1931).

Procurar no Dicionário:

Buscar termos do glossário (expressão regular permitida)
Portal Psicologia