Pseudoparkinsonismo

Pseudoparkinsonismo

é um efeito colateral extrapiramidal induzido por uso de antipsicóticos, caracterizado por acinesia, bradicinesia ou atividade motora diminuída, tremores de repouso, rigidez muscular, postura encurvada e alterações de equilíbrio. O início pode ocorrer após uma ou duas semanas de introdução ou aumento da dose. Entre os fatores de risco estão idade avançada, sexo feminino, altas doses e concomitância de sintomas depressivos.

Procurar no Dicionário:

Buscar termos do glossário (expressão regular permitida)
Portal Psicologia