Pseudoparkinsonismo

Pseudoparkinsonismo

é um efeito colateral extrapiramidal induzido por uso de antipsicóticos, caracterizado por acinesia, bradicinesia ou atividade motora diminuída, tremores de repouso, rigidez muscular, postura encurvada e alterações de equilíbrio. O início pode ocorrer após uma ou duas semanas de introdução ou aumento da dose. Entre os fatores de risco estão idade avançada, sexo feminino, altas doses e concomitância de sintomas depressivos.

Sugestões de Leitura

Artigos
As atribuições da psicologia no âmbito escolar não se restringem às questões que envolvem a deficiência mental ou qualquer outro tipo de estigma. É um ir além relacionado ao trabalho preventivo e a sa...
Curiosidades
Durante o processo de criar filhos sempre esbarramos em questionamentos de como fazer com que a criança obedeça aos pais e os reconheça como figuras de autoridade.Com frequência as crianças desobedece...
Portal Psicologia