Tempo de leitura: 3 minutos (544 palavras)
Destacado 

A Percepção das Crianças de Cores Relacionadas ao Gênero Pode Ser Facilmente Manipulada, Sugere Novo Estudo

sapatos-infantis-azul-rosa A Percepção das Crianças de Cores Relacionadas ao Gênero Pode Ser Facilmente Manipulada, Sugere Novo Estudo

 Uma nova pesquisa publicada no período científico Sex Roles descobriu que os rótulos de gênero influenciam as preferências das crianças. 

"Eu estava interessado em entender as causas e consequências de comportamentos que são importantes na vida cotidiana e que mostram grandes diferenças de gênero, e as preferências de brincadeiras e cores são exemplos desses comportamentos"

por Wang Ivy Wong, da Universidade de Hong Kong, autor do estudo.

Os pesquisadores chegaram à conclusão de que o código de cores de gênero, pela popular divisão entre rosa e azul, afeta as preferências das crianças. Sendo que algumas pessoas podem chegar a pensar que o código de cores é simplesmente uma questão estética e, se tiver um efeito, é apenas nas preferências pessoais. Os estudiosos alegaram desejar dar um passo à frente - e se o código de cores de gênero não afetasse apenas as preferências, mas também o desempenho? - foi o que se propuseram a responder através desse amplo estudo.

"Além disso, queríamos testar se, de outro modo, as cores neutras em termos de gênero podem se tornar tipificadas por gênero apenas por meio da aplicação de rótulos arbitrários de gênero às cores. Isso nos daria uma visão sobre as possíveis maneiras pelas quais rosa e azul se tornaram as respectivas cores para meninas e meninos ".

por Wang Ivy Wong

O estudo de 129 crianças chinesas pré-escolares (entre 5 e 7 anos) descobriu que as meninas tendiam a escolher brinquedos amarelos quando lhes disseram que o amarelo era a cor de uma menina. Da mesma forma, os meninos tendiam a escolher brinquedos verdes quando lhes disseram que o verde era a cor de um menino. Crianças que não foram informadas de que amarelo ou verde estavam associadas a um gênero específico, por outro lado, não mostraram preferência por uma cor específica de brinquedo. "É possível criar uma diferença de gênero em crianças pequenas simplesmente rotulando, arbitrariamente, algo como para meninos e outra coisa como para meninas", disse Wong ao PsyPost. "A rotulação de gênero, por termos explícitos de gênero ou por cor, não afeta apenas as preferências, mas também o desempenho".

Os pesquisadores também fizeram as crianças brincarem com quebra-cabeças "tangram" amarelos e verdes. A exposição aos rótulos de gênero melhorou o desempenho dos meninos, mas não das meninas. Mas ter uma cor de "gênero apropriado" ou "gênero impróprio" não fez muita diferença na capacidade das crianças de montar o quebra-cabeça. "Descobrimos que a rotulagem de gênero afetou alguns aspectos do desempenho, mas como um experimento, testamos isso usando uma tarefa específica com estímulos específicos (quebra-cabeças de "tangram"). Precisamos de testes mais variados para ver até que ponto os resultados são generalizáveis ​​", disse Wong. 

Através deste estudo foi possível descobrir que as crianças em Hong Kong mostram diferenças de gênero nas preferências pelas cores rosa e azul. Isso sugere que a diferença de gênero nas preferências de cor atualmente que chamou a atenção no Ocidente é generalizável para as crianças nas regiões asiáticas desenvolvidas. No entanto, como Hong Kong é altamente ocidentalizada, essa semelhança transcultural não poderia, segundo o autor do estudo, ser tomada como evidência de que a diferença de gênero é universal e independente da cultura .

O estudo "Gender Labels on Gender-Neutral Colors: Do they Affect Children's Color Preferences and Play Performance?",FoioriginalmenteescritoporSui Ping Yeung e Wang Ivy Wong.

1
Conheça os Nove Alimentos que Aliviam a Ansiedade
Princípios de Modificação do Comportamento e Acomp...

Textos Relacionados

 

Comentários (0)

Nenhum comentário foi feito ainda, seja o primeiro!

Deixar seu comentário

  1. Postando o comentário como visitante. Cadastre-se ou faça login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Share Your Location
Digite o texto apresentado na imagem abaixo. Não consegue ver?

Relacionados

Fique por Dentro

Junte-se aos leitores inteligentes que recebem nossas novidades direto no e-mail:

Textos de Psicologia em Destaque:

Portal Psicologia